Como Fazer Uma Composteira

Já se perguntou o que é uma composteira doméstica e como fazer? Aprenda já!

Sabe aqueles restos de comida que sobram em toda refeição? Já reparou o quanto elas incomodam e causam mal cheiro se mal armazenadas? Aqui está uma solução mágica para resolver o assunto de maneira sustentável.

A compostagem doméstica é o jeito certo de descartar os restos alimentares. Olha os benefícios dessa prática:

1 – Alimentos descartados transformam-se em corretores do PH da terra.

2 – Formam uma blindagem de proteção contra erosões do solo e chuva.

3 – Estimula produção de nutrientes necessários para um solo fértil e o bom desenvolvimento das plantas.

4 – Estabiliza a umectação necessária para as plantas.

A compostagem doméstica define-se como o processo de reciclagem natural, onde as minhocas e outros microrganismos transformam os restos de alimento em um composto orgânico poderoso, saudável para o plantio.

Só vimos vantagens agora. Mas então surge a pergunta: Como fazer uma composteira doméstica?

Como fazer uma composteira doméstica

como fazer uma composteira domestica

Nesse artigo, você irá aprender: como fazer adubo caseiro, o que é a composteira e como fazer em ambientes pequenos, o que é lixo orgânico.

O lixo orgânico, nada mais é do que qualquer resíduo descartável – vegetal ou animal. Restos de alimento como borra de café, cascas de ovo, cascas de legumes e frutas, etc. também servem como lixo orgânico. Esse material pode ser reaproveitado para a transformação de adubo orgânico.

Dito de maneira simples, todo o lixo orgânico que sai da casa de cada morador, vai em direção aos aterros sanitários. É lá que entram em decomposição e agridem o meio ambiente através de um líquido denominado “chorume” que invade o solo e contamina terra e água.

A compostagem serve para evitar esse processo, tendo como único objetivo transformar o que era ruim em algo melhor: adubo de excelente qualidade. Como fazer o processo do composto orgânico?

Materiais necessários:

  • Caixas grandes de plásticos – As caixas devem ser escuras. 2 de 30 a 40 litros.
  • Furadeira
  • Jornal
  • Minhocas – De preferência as californianas. ½ Quilo.

1 – As caixas devem ser furadas em sua parte inferior. A broca 1,4” pode ser útil nessa etapa. 20 furos espaçados.

2 – Nas bordas das caixas, faça furos para a entrada de ar. 4 centímetros abaixo das bordas. Broca 1/16”.

3 – Faça furos nas tampas de uma das caixas. 30 furos serão suficientes.

4 – Separe tiras de jornais e umedeça em água, formando uma espécie de cama para as minhocas. 2,5cm de espessura são o suficiente. Faça uma cama de 8 a 10 centímetros de preferência, afofe a cobertura do jornal. Polvilhe com terra.

5 – Espalhe as minhocas em seu novo lar, utilizando papelão umedecido que servirá de refeição para as mesmas.

6 – Cubra tudo com uma camada de papelão. Umedeça com água.

7 – Armazenar a segunda caixa (com furos) de uma forma que o adubo líquido possa escorrer e ficar armazenado na caixa de baixo.

Veja no Post:  Adubação E Compostagem Orgânica

Pronto! O resultado será um composto orgânico poderoso para nutrir a terra e as sementes armazenadas nela. Essa é uma excelente ideia para quem quer zelar pela Mãe Natureza ao mesmo tempo que descarta o lixo orgânico de maneira sustentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.